CCV vão investir 300 mil contos nas áreas da modernização, diversificação da carteira de negócios e digitalização

05 de janeiro de 2021

Isidoro Gomes, Presidente do Conselho de Administração dos Correios de Cabo Verde
A+ A-

 

O Presidente do Conselho de Administração da empresa classifica o ano transato como um ano, a um tempo, de desafios e oportunidades.

 

Isidoro Gomes confirma à jornalista Hermen Alfredo que, entre o Natal e o Fim de Ano, os Correios de Cabo Verde registaram um crescimento de 10 por cento em matéria de transações financeiras.

Num ano atípico, como foi o de 2020, a recuperação nos Correios de Cabo Verde só se começou a sentir no terceiro trimestre, com a abertura da fronteira aérea e a massificação do correio marítimo.

Este período de restabelecimento aponta, segundo o Presidente do Conselho de Administração, Isidoro Gomes, para um crescimento salutar a nível das transações financeiras e uma melhoria no concernente ao tráfego postal.

Para os Correios de Cabo Verde 2020 foi difícil, mas com inúmeras oportunidades - a começar pela área da digitalização. E é na digitalização, diversificação do negócio e modernização, que os Correios querem continuar a apostar.

Só para este ano estão previstos, adianta Isidoro Gomes, um investimento no valor de 300 mil contos.

2021 vai ser, conforme o PCA dos Correios, um ano de transformação da empresa e avança que, ainda neste mês de Janeiro, assina um acordo com duas empresas cabo-verdianas nos EUA, visando a criação de um canal alternativo com rapidez para o tráfego postal entre Cabo Verde e as terras do “tio Sam”.

 

Hermen Alfredo - RCV

Disponibilizado online - Multimédia - RTC

Peça na íntegra, pela jornalista Hermen Alfredo - RCV