INPS rompe contrato unilateralmente com a Odontoclínica

09 de março de 2021

Edifício da INPS em São Vicente
A+ A-

 

O Instituto Nacional de Previdência Social alega a existência de fraude de comparticipação de pacientes, segundo a proprietária da clínica.


Isaurinda Lopes esclarece que a Odontoclínica trabalha com o INPS há 18 anos e, até hoje, desconhece os resultados da auditoria que o Instituto Nacional de Previdência Social diz ter feito à clínica.

A proprietária e dentista especializada em pediatria da Odontoclínica em São Vicente, Isaurinda Lopes, diz ter recebido, a 3 de Junho de 2020, uma nota do INPS dizendo que a clínica iria ser alvo de uma auditoria.

Com a suspensão do contrato com o INPS, a Clinica trouxe para a clinica alguns constrangimentos junto de pacientes com credenciais e com tratamento iniciado, conforme Isaurinda Lopes.

O INPS, na pessoa do responsável da secção de liquidação de prestações, sempre prestou toda a informação à Odontoclínica sobre o processo. António Pedro garante não foi feita nenhuma suspensão ou cessação de contrato com a referida clinica de forma arbitrária. É que com a implementação do sistema integrado de previdência social o INPS passou a ter uma base de dados que fornece várias informações.

António Pedro explica ainda, que este é um processo que continua e está nas mãos da justiça. No entanto se a Clinica vier a ter razão o INPS estará em condições de rever o contrato com a Odontoclínica e arcar com todas a suas responsabilidades neste caso. Aguarda-se, agora, para o final deste processo.


RTC Multimédia
Disponibilização online (Estagiária - com supervisão)



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados