Financiamento no mercado primário atingiu 25 mil milhões de escudos

07 de janeiro de 2022

A+ A-

O volume de financiamento no mercado primário através da Bolsa de Valores, atingiu milhões de escudos em 2021. Uma variação perto de 10 mil milhões de escudos em termos absolutos garantiu, hoje (07) o Presidente da Bolsa.

Miguel Monteiro explicou que a nova politica de aproximação aos agentes económicos tem feito da BVC uma alternativa credível de investimento e assegurou que 2021. "Em cinco meses, a BVC financiou a RTC, os Correios, a Associação dos Municípios e a Ecobank".

Monteiro adiantou que os agentes económicos apostaram no mercado de capitais como a melhor alternativa de financiamento dos projectos e isso fez com que a BVC atingisse o melhor resultado de sempre. "Grande parte dos recursos mobilizados foram através da emissão de Títulos de Tesouro e 2021 foi o segundo melhor ano em emissão de empréstimos obrigacionistas".

Devido a estas operações a capitalização bolsista em finais do ano anterior, atingiu cerca de 92 milhões de contos. Também aumentaram as amortizações processadas e o Presidente da BVC acredita que o sucesso tem a ver com a nova politica de aproximação ao agentes económicos.

Miguel Monteiro antevê um maior crescimento da Bolsa, com a possibilidade de entrada de mais instituições sendo dos sectores: turismo, mocrofinanças e construção civil, o que na sua ótica poderá ser uma alternativa para ajudar na recuperação da economia a partir deste ano.

 

RTC Online, com TCV



Programação

Ainda esta Semana

Últimos Vídeos

Últimos Áudios

Artigos Relacionados